Casa inteligente: Por onde começar?

Casa inteligente: Por onde começar?

Já pensou em adaptar a sua casa com tecnologias inovadoras? O futuro já está entre nós, dessa forma, a automatização do lar não é apenas um roteiro de filme dos anos 80.

Mas sim, um conceito de presença e avanços do mundo digital para a acessibilidade casas comuns que favorecem a prática, regra, bem como, a atividade adaptada do seu lar.

Redução de consumo e controle de gastos são alguns fatores que movimentam, a progressão da adaptação de itens inteligentes para residências. Ou seja, a tecnologia, também contribui para reduzir danos ecológicos.

Logo, você correlaciona uma casa tecnológica e econômica, sem perder a individualidade da ornamentação do lar

Sendo assim, para entender como manter a sua casa inteligente, continue o artigo abaixo.

O que é casa conectada?

De modo geral, a casa inteligente ou casa conectada é um conceito do mundo contemporâneo que visa estabelecer imóveis com sistemas automatizados na decoração, bem como, praticidade da rotina.

Isto é, componentes como, climatização, eletrodomésticos e a iluminação são beneficiados com a automatização, a partir do smartphone e sensores de voz.

Desse modo, a tecnologia garante a interação e cenário ao lar, além de proporcionar novas experiências práticas em casa. Colaborando com a comunicação e adaptação da Smart Home.

Vale destacar que itens que já estão presentes no nosso dia a dia, tal exemplo, a Smart TV, como também, o smartphone são fatores acessíveis que auxiliam na casa inteligente.

Sendo assim, a casa conectada é um conceito que garante acessibilidade e efetividade aos lares modernos.

Como introduzir uma casa inteligente?

Em primeiro momento, é apropriado destacar que a casa inteligente obtém como um dos objetivos a economia e estrutura no controle de gastos, ou seja, a redução de despensas, como também, o consumo precisa ser estabelecido para iniciar uma casa conectada.

Dessa forma, inicie estabelecendo metas e objetivos que deseja atingir com os elementos inteligentes em conjunto com a decoração da sua casa. Um exemplo é, verificar o seu smartphone atual e observar se a integração com a casa está disponível.

Caso, conclua que está tudo certo com o seu celular atual, avance para o próximo passo e defina qual item inteligente irá contribuir com o seu lar.

Ou seja, as assistentes virtuais são ótimas para quem busca melhorar a rotina, já se você procura reforçar a segurança, inicie pela automação das fechaduras de portas, bem como, sensores de movimento.

Porque incluir elementos tecnológicos em casa?

Em tese, a praticidade dos elementos inteligentes são condições vantajosas e produtivas para garantir a comunicação e acessibilidade para a rotina do seu lar.

Desse modo, você favorece a funcionalidade uma rotina corrida e operacional sem sair de casa. Ou seja, com uma casa inteligente é possível regular a iluminação, verificar a segurança, detectar a medição de gás e até solicitar receitas com as assistentes virtuais.

Em outras palavras, a sua casa é transformada em um lar acessível, como também, protegido apenas com o uso do smartphone.

Ainda mais, segundo especialistas a casa inteligente, também favorece a economia de energia residencial, sendo assim, impactando diretamente no bolso do consumidor.

Logo, a casa inteligente é um conceito benéfico e acessível as residências, assim, proporcionando avanços tecnológicos associados a rotina do morador.

Acessibilidade para o Home Office é possível?

Sim. É viável acrescentar os recursos smart no ambiente de Home Office, ou seja, a tecnologia no escritório vai contribuir com a produtividade e conclusão de tarefas simples, como também, complexas no trabalho em casa.

Para esse fim, é importante definir o seu espaço de Home Office, uma dica é separar um cômodo exclusivo para funcionar como um escritório e ateliês. Assim, você pode adaptar uma assistente virtual para indicar as tarefas e horários de trabalho.

Além do mais, a dinâmica e interativa precisam ser destacadas no ambiente de trabalho remoto, isto é, cuidar das funcionalidades e das condições favoráveis para concluir um projeto.

Uma opção é programar a rotina de trabalho, somente no local do Home Office, desse modo, você evita o desgaste e promove o relaxamento após a produção.

Iluminação automatizada para casa inteligente

Já pensou apagar e acender a iluminação da sua residência, apenas pelo sensor de voz? Ainda mais, regular o brilho com o uso do smartphone, sem precisar argumentar com os colegas de residência?

Todas essas funções estão disponíveis com a inclusão da iluminação inteligente em casa, isto é, a automação da luz é uma condição essencial para quem busca um lar conectado. Deste jeito, é possível regular e gerar cenário, de acordo com a preferência dos moradores.

Á vista disso, a iluminação pode favorecer os eventos e casualidades em casa, para tal exemplo, é válido mencionar a adaptação da luminosidade como neutra e azulada para áreas como cozinha e escritório.

Bem como, a iluminação amarelada para ambientes como quarto e sala de estar. Outra vantagem de automatização a luminosidade do seu lar é a acessibilidade controlar a luz externa, como quintais, varandas e sacadas.

Assistente virtual, vale a pena?

As populares assistentes virtuais são itens indispensáveis quando falamos sobre casa adaptada. Melhor dizendo, as secretárias virtuais viabilizam a acessibilidade e economia de iniciar um lar inteligente.

Disponíveis em diversos tons e dimensões, as famosas assistentes virtuais favorecem, os recursos artificiais das iluminações automatizadas, eletrodomésticos e até na rotina da casa.

Além de, serem ótimas como caixas de som, também proporcionam a praticidade de implementar recursos tecnológicos em casa. Ou seja, com as assistentes virtuais a produtividade, ornamentação e a comunicação são ampliadas.

Desse modo, o recurso auxilia intercomunicação do Home Office, ampara na integração com outros elementos inteligentes, e ainda funciona como reprodutor de notícias, música e receitas.

Todas as funcionalidades, inclusas em um pequeno item tecnológico que favorece a rotina prática do seu lar, sem prejudicar a harmonia da decoração.

Controle adaptado: Como a casa inteligente apenas com 1 item?

Se você ainda não se sente favorável ao controle da casa adaptada, através do celular pode gerar a acessibilidade com o auxílio do controle infravermelho para a execução das funcionalidades dos recursos tecnológicos.

Dessa forma, o controle infravermelho age na operação dos recursos inteligente, de acordo com as funcionalidades e acessibilidades dos equipamentos.

Isto é, controlar a iluminação, ligar equipamentos como a TV e máquina de lavar, ainda mais, integrar a assististe virtual ao controle remoto para gerar acessibilidade e praticidade no lar.

Os controles remotos inteligentes são itens simples e com custo-benefício, essenciais para acrescentar os elementos tecnológicos em casa. Logo, criando a interatividade e conexão digital com a sua casa.

No entanto, vale mencionar que assim como os outros elementos comentados, acima, o controle infravermelho é somente ativado com a conexão wireless, ou seja, internet sem fio.

Eletrodomésticos inteligentes: Já está entre nós

Já pensou em efetuar a lista de compras sem precisar abrir mão daquele descanso de tarde? Com a adaptação da casa inteligente é acessível checar a sua geladeira sem precisar efetuar o deslocamento até cozinha;

Ou seja, a casa conectada garante experiência como, estar no controle dos eletrodomésticos, a fim de proporcionar prática e melhorias na sua rotina.

Dessa maneira, você pode finalizar uma lista de mercado, programar a máquina de lavar, como também, acordar com o café pronto.

Todos esses itens podem ser encontrados no Mercado de varejo por preços acessíveis, bem como, modelos que ornam com a sua decoração pré-estabelecida.

Além de tudo, as funcionalidades podem ser ajustadas com o controle infravermelho ou o smartphone. Sendo assim, contribuindo para a redução de energia e gerenciamento das tarefas em casa.

Tomadas inteligentes: Vale a pena?

Sim! Você pode começar adaptando à sua casa inteligente com as tomadas smarts, fácil acesso em e-commerces e grandes lojas. A tomada conectada é um recurso que favorece a praticidade e controle da sua casa, através do smartphone.

Por conseguinte, a tomada inteligente pode ser conectada facilmente no seu lar com os plugues já instalados previamente em casa. Isto é, o recurso atua no controle de elementos como, iluminação, computadores e até eletrodoméstico.

Por meio da, assistente de voz ou celular é possível programar as funcionalidades e cargas dos aparelhos eletrônicos, assim, você pode programar um horário para a TV desligar, bem como, conectar a secadora de roupas.

Logo, a principal vantagem de incluir a tomada inteligente na sua casa adaptada são as múltiplas condições que o elemento garante para acessibilidade na residência.

Robô aspirador: Na casa inteligente, o que é?

Elemento popular para beneficiar aquele dia de faxina, o robô aspirador é um recurso funcional para qualquer casa inteligente.

Digo, o robô aspirador é um elemento que auxilia na operação automática da limpeza no lar, através de suas funcionalidades práticas e produtivas que podem ser automatizadas com a ajuda do smartphone e speaker voice.

Consequentemente, o famoso aspirador permite a programação de faxinas, usabilidade, como também, favorece o silêncio durante a execução.

Assim, você pode finalizar com velocidade a faxina diária, bem como, permanecer concluindo outras tarefas enquanto o robô aspirador finaliza a faxina na superfície.

Outra vantagem, de escolher um elemento inteligente é a praticidade de finalizar a limpeza, ao mesmo tempo que conclui uma tarefa externa.

Segurança inteligente: Funciona?

Proteção e segurança são condições que favorecem o avanço dos recursos inteligentes para casas adaptáveis. A título de exemplo, é válido citar o sistema de segurança de inteligência artificial que auxilia no monitoramento 24 horas da residência.

Ou seja, com a ajuda dos avanços és tecnológicos a proteção e defesa de residências foram beneficiadas, principalmente com as novas gerações de smartphones. Assim facilitando a vigilância e controle de movimentação, mesmo em viagens e trabalho.

Hoje, diversos recursos de segurança já visam o reconhecimento de desconhecidos, bem como, possíveis invasores.

Além de tudo, o sistema de segurança de inteligência artificial, também objetiva atender os moradores, através do reconhecimento facial em trancas. Confira abaixo os principais elementos que separamos.

1.     Fechaduras eletrônicas

Senhas, reconhecimento facial e até chaves com proximidade são alguns recursos presentes em fechaduras eletrônicas. Pode parecer “fake”, mas a tecnologia pode ser o maior elemento de proteção para a sua casa inteligente.

Dessa forma, as fechaduras eletrônicas são recursos com ótimo custo-benefício que podem ser incluídas no portão externo e garagem, logo, beneficiando a segurança da sua casa, de acordo com a proteção digital individual.

Isto é, a praticidade de códigos e reconhecimento com digitais que objetivam dificultar, potenciais furtos e arrombamentos em residências.

Nesse sentindo, é acessível obter uma fechadura eletrônica com fechamento automático, reconhecimento facial dos moradores e até códigos digitados e touch screen.

Uma dica, é selecionar códigos que garantam a segurança de todos os residentes da casa, desse modo, dificultando a ação de possíveis invasores.

2.     Câmera de segurança

As câmeras de segurança, também são fatores imprescindível para uma segurança inteligente, além de manter a proteção da sua casa com as filmagens e detectores. A câmera de segurança, também pode ser acompanhada do seu smartphone.

Assim, você pode sair para trabalhar e até viajar garantindo que o seu lar, esteja protegido de potenciais invasões.

Hoje, há diversas câmeras inteligentes que garantem a cautela e acessibilidade para a exposição externa. Isto é, a prova de água, dimensões moderadas e integração com os recursos smarts.

Ainda mais, câmeras de segurança com inteligência artificial são qualificadas para acionar números de emergência como, órgãos de proteção e moradores.

Como correlacionar a minha decoração com a casa inteligente?

Pode parecer difícil, acrescentar elementos smarts em uma residência padrão, entretanto, você pode garantir uma casa inteligente sem abrir mão da personalidade e interação do seu lar.

Desse modo, é importante estar aberto as praticidades que a casa adaptada oferece, assim, favorecendo as funcionalidades da tecnologia com o aconchego do seu lar.

Portanto, opte por elementos neutros como: assistentes virtuais com cores sólidas e dimensões reduzidas, como também, eletrodomésticos que ornem com a sua cozinha já pré-estabelecida.

Além de tudo, com os avanços da modernidade os recursos virtuais tendem proporcionar a adaptação continua ao indivíduo, isto é, mais funcionalidades e adaptações para a casa.

Em conclusão, vale destacar que a casa inteligente visa a redução de consumo e o avanço da acessibilidade para o lar. Dessa maneira, você pode iniciar progressivamente a adaptação do seu lar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *