Minimalismo X Maximalismo: Qual conceito aplicar na minha decoração?

Pode parecer clichê, no entanto, toda casa deve ser projetada para expressar e manifestar o ponto de vista do residente. Isto é, ao arquitetar a iluminação, tons e objetos a concepção de vida do morador deve ser respeitado.

Deste modo, o aconchego e a sensação de harmonia no ambiente são identificados, através das representações e símbolos na decoração.

Para garantir a singularidade e satisfação na residência, podem ser adotados um ou mais estilos no lar. O minimalismo e o Maximalismo são conceitos de ornamentação que podem ser aplicados em casa.

Continue o texto abaixo e confira como acertar na decoração minimalista e maximalista!

O que é Minimalismo?

Manifestação artística datada no século XX, o minimalismo é um conceito representado pelo estilo de vida discreto ao primordial para a vivência.

Ou seja, no minimalismo é referência, aproveitar o essencial, assim como, apreciar tons neutros e amenos. Paredes brancas, cinzas e a presença de madeira são caracterizadas em espaços “essencialistas”.

Além do mais, a decoração minimalista objetiva aproveitar o relaxamento e equilíbrio do lar, desta forma, ambientes com móveis reduzidos ao essencial, como também, a visão ampla do cômodo são explorados.

Sala de estar minimalista

Se engana quem compartilha do estigma que o minimalismo, simboliza espaços vácuos e sem a presença de cor, digo, a decoração minimalista é um movimento artístico que visa atender a ornamentação discreta e espontânea.

Desse modo, plantas, tapetes e quadros são objetos aproveitados para favorecer a representação e harmonia em um lar minimalista.

1.     Aproveite para preservar plantas

Poder de cura, fertilidade e juventude são alguns significados do verde para a psicologia, dessa maneira, o uso de plantas é vantajoso e admirado na decoração minimalista.

Além de, proporcionar a espontaneidade e clareza, isto é, manifestações valorizadas na decoração minimalista. O cultivo de plantas é acessível e harmonizável para o lar.

Uma das opções de aproveitar o verde, é optar por coqueiros, suculentas e costela-de-adão na decoração.

Ainda mais, quadros com telas brancas e armação entre madeira e preto, também, são bem vindas na decoração. O uso de pendentes e tapetes acompanhando a tonalidade neutra são objetos que auxiliam na sobreposição com a vegetação.

2.     Tonalidade neutra

Ideal para quem tem medo de abusar das cores, o minimalismo reverencia a cartela de cores neutras e suave, paredes brancas e off white são as sugestões adequadas.

Já para garantir a harmonia e energia no local, você pode aproveitar almofadas e telas em preto e cinza, como também, apreciar os móveis e objetos em madeira.

Uma alternativa interessante é aplicar cartela de cores como o, outono suave para os objetos decorativos em contraste com o branco da arquitetura.

Além de tudo, aos amantes da versatilidade o uso de redes e puffs, complementado com os tons suaves podem ser a cereja do bolo.

3.     Iluminação é a chave do minimalismo

Como mencionado ao longo do texto, o minimalismo é uma representação artística que visa o equilíbrio e a flexibilidade do espaço.

Desta maneira, a iluminação deve ser preservada e desfrutada na sala de estar, por conseguinte, preserve o uso de janelas amplas e pontos de luzes naturais.

Pendentes e abajures, também podem ser incluídos na sala de estar minimalista, principalmente para favorecer zonas e detalhes que são atingidos pelas sombras. Isto é, estofados e mesas de centro.

Outra dica para garantir o relaxamento em dias de tranquilidade é usufruir de velas perfumadas, posicionadas em estantes e prateleiras.

Quarto

Conforto e relaxamento são condições que todo mundo espera obter ao repousar no quarto, ou seja, favorecer o equilíbrio e o descanso devem ser priorizados no ambiente.

Logo, o minimalismo visa atender a expectativa de descontração e “relax” para o quarto. Iluminação amarelada e móveis essências auxiliam no repouso tranquilo.

4.     Evite transformar o seu quarto em escritório

A primeira dica para este ambiente é fundamental para a tranquilidade no cômodo, ou seja, preservar a tranquilidade e inatividade devem ser respeitados no quarto.

Desta forma, evite utilizar o seu espaço como dupla função, isto é, folga e trabalho. Sendo assim a melhor maneira de aproveitar o ambiente é gerando a exclusividade do repouso.

Para exemplificar, priorize o quarto com móveis essenciais para o descanso, cama, cômodas e guarda-roupas. Televisões, computadores e até o uso excessivo de celular devem ser evitados.

Ainda mais, para aproveitar a amplitude do espaço, opte por centralizar a cama na superfície em harmonia com a posição da janela, a fim de, usufruir da iluminação natural ao despertar.

5.     Usufrua de quadros e prateleiras

Objetos decorativos e funcionais como prateleiras e quadros são essenciais para proporcionar expressão e versatilidade ao ambiente.

Sendo assim, uma boa sugestão para o quarto minimalista é a aplicação de quadros com molduras em madeiras e figuras abstratas. Já para quem deseja um toque de cor, pode desfrutar de imagens com paisagens e vegetação.

Mesa de cabeceira e penteadeiras, também, podem ser bem aproveitadas no espaço em especial para sobrepor livros e objetos essenciais para a rotina.

Outra dica, é utilizar prateleiras para o cultivo de plantas e lustres de mesa, assim, favorecendo o espaço.

6.     Cartela de cores outono suave

Branco, cinza e preto não precisam ser o guia para o ambiente minimalista, desta forma, aproveite a ornamentação do quarto com a cartela de cores neutras, principalmente o outono suave.

Isto é, verde e rosa suave podem acompanhar o seu espaço de intimidade, preservando a presença em mantas, quadros e até paredes.

Flores artificiais coloridas, almofadas e roupa de cama em tons suaves são fatores que auxiliam na manifestação artística do ambiente.

Ainda mais, parede de tijolinhos e adesivos decorativos na parede, também, garantem a suavidade e expressão no quarto minimalista.

Cozinha minimalista

Amplitude e clareza são conceito da decoração minimalista, em consequência, áreas de convivência como a cozinha preservam o significado e o modo de vida do minimalismo.

Ou seja, espaços grandiosos e acessível para locomoção de amigos e familiares, contribuem para o essencialismo no ambiente alimentício.

7.     Aproveite a decoração escandinava na cozinha minimalista

Sim. O minimalismo permite a combinação de um ou mais conceitos artísticos, isto é, o estilo escandinavo pode ser aproveitado e equilibrado na cozinha.

A primeira sugestão é desfrutar da cartela de cores neutras e suaves em ilhas, bancadas e mesa da cozinha. Ainda mais, a madeira e o verde, também devem ser uma alternativa na cozinha minimalista.

Deste modo, preserve a amplitude do ambiente com a justaposição da tonalidade da parede e móveis em branco e madeira.

Para garantir o equilíbrio na decoração fria, desfrute de vegetação em superfícies com a ilha e balcão. Eletrodomésticos e mesa posta, também são bem-vindos.

8.     Atenção na circulação de pessoas

A cozinha é um ambiente de descontração e convivência entre os moradores e amigos, em vista disso, é essencial manter a atenção na acessibilidade do local.

Sendo assim, evite posicionar móveis e objetos que prejudiquem a mobilidade e tranquilidade no espaço, logo, ao arquitetar prefira por ilhas e balcões proporcionais as dimensões da sua casa.

Uma dica para aproveitar o ambiente, é optar por ilhas versáteis com lugares para usufruir das refeições. Já para casas extensas, a sugestão é posicionar o fogão e pia na ilha.

Ainda mais, mesas em madeira são excelentes opções para preservar o essencialismo no local, bem como, usufruir de uma decoração rústico. 

9.     Iluminação neutra e azulada

Além de, aproveitar o essencial a decoração minimalista na cozinha, também deve respeitar a iluminação e suas interferências no ambiente.

Ou seja, para garantir o conforto e agrado no ambiente a iluminação neutra e azulada é bem-recebido. Desta forma, a luz suave e clara proporciona a sensação de animado e despertado para começar o dia.

Para usufruir da iluminação geral na cozinha minimalista, alterne entre o uso de pendentes na zona de refeição, assim como, na claridade natural.

Além do mais, LEDs podem ser vantajosos para evitar sombras e difusões no espaço. Portanto, beneficie e execute a iluminação adequada na sua cozinha minimalista.

Sala de jantar como decorar?

Elegância e cortesia são algumas palavras que definem a decoração da sala de jantar, deste modo, a ornamentação simples e íntima podem ser proveitosas para o espaço.

Isto é, a cartela de cores e os objetos decorativos devem ser elaborados para garantir a harmonização e constância para a sala de jantar minimalista.

10. Aproveite o uso de madeira

Como descrito ao decorrer do texto, o conceito minimalista objetivo aproveitar o essencialismo, a partir da composição de tonalidades neutras e suaves para os ambientes.

Desta maneira, é influente usufruir de móveis de madeiras, tal exemplo, prateleiras, mesas e cadeiras para ornamentar a sala de jantar, de forma elegante e moderada.

Para quem aprecia a decoração rústica é interessante, se aventurar em mesas e cadeiras projetadas em madeira distintivas, ou seja, com toques de naturalidade.

Já para casas que estão à procura de modernidade, a mescla da cartela de cores, como branco, verde e cinza podem contribuir para o efeito contemporâneo com a madeira.

11. Pendentes são ótimos para a luminosidade da sala de jantar

Sala de jantar integrada ou remota exige a iluminação amarelada e inclinada para preservar os pontos de luz na mesa de jantar.

Desse modo, opte por pendentes e lustres instalados no centro da mesa, assim, evitando sombras e garantindo a claridade adequadas para refeições e reuniões.

Vale destacar que a sala de jantar é um espaço de aconchego e celebração entre familiares, por conseguinte, mantenha a preferência em uma iluminação similar ao pôr do sol, lâmpadas amarela com temperatura entre 2.700 K e 3.000 K são recomendadas.

Como aproveitar o minimalismo na decoração do banheiro?

Banheiro minimalista

Uma sugestão para orna o seu banheiro com a decoração geral da casa, é aproveitar o uso de madeira e cores neutras na arquitetura do cômodo.

Móveis, como balcão, espelhos até o chuveiro, também podem ser ornamentados com tonalidades simples, para tal exemplo preto e cinza para garantir a decoração e conceito artístico minimalista.

Sugestões de itens minimalistas

  • Vaso de Porcelana Denmark Dots Rosa;
  • Abajur de Mesa com Base de Ferro;
  • Kit Banheiro de Cerâmica com Suporte de Ferro.

O que é Maximalismo?

Movimentação artística que se iniciou nos anos 60 e 70 o maximalismo visa a expressão, intensa, vibrante e energética na decoração de ambientes.

Desta forma, o maximalismo apresenta característica em oposição ao minimalismo, ou seja, cartela de cores intensas e profunda são individualidades do conceito extravagante.

A maximalismo objetiva, a expressão cultural do lar, desse modo, a decoração pode ser profusa e singular, assim aproveitando o jogo das cores como verde intenso, amarelo e roxo vibrantes.

Sala de estar

A sala de estar maximalista é caracterizada pela execução de cores intensas e aplicação de quadros que unem o clássico ao contemporâneo.

Ainda mais, tapetes marroquinos e estofados coloridos são objetos que contribuem para a expressão artística maximalista. 

 Desfrute da cartela de cores

O maximalismo é um conceito que trabalha a vibração, assim como, tons expressivos, logo se você aprecia o jogo de cores na sala de estar aproveite a cartela de tons intensos.

Deste modo, a coloração primavera intensa e verão intenso podem ser indicados para garantir a manifestação do maximalismo na sala de estar.

Outra sugestão para as paredes maximalistas é se jogar no papel de parede, ou seja, como mencionado acima o maximalismo foi popularizado nos anos 1960 e 1970, participando do movimento hippie do século XX.

Por conseguinte, a utilização de papeis de parede permite a amplitude e expressividade ao cômodo, assim, garantindo intensidade ao lar

12. Quadros contribuem para grandiosidade na sala de estar

Extravagância e grandiosidade são conceitos que contribuem para o maximalismo, sendo assim, o uso de quadros singulares com pinturas abstratas e tórrido permitem a apresentação do natural em contraste com a intensidade.

Já para quem prefere a harmonia do clássico com o exótico, pinturas em tons neutros, assim como, retratos vitorianos objetivam, favorecer o tradicional em harmonização ao contemporâneo.

Além de tudo, espelhos e boiserie são excelentes opções para decorar a sala de estar, conservando o maximalismo e o estilo convencional.

Uma dica para ornamentar paredes em tons suaves como o branco, é ampliar a sala de estar com quadros decorativos distintos, ou seja, molduras e ilustrações diversas. Você pode aproveitar para mesclar molduras douradas, brancas e até de madeira.

13. Vasos decorativos garantem originalidade na sala de estar

Como comentamos anteriormente, o maximalismo é um conceito sobre intensidade e vibração, desse modo, a manifestação artística, também visa contribuir com a originalidade e singularidade em casa.

Portanto, aproveite para iluminar a sala de estar com vasos e castiçais decorativos, uma boa ideia é ornamentar porcelanas e vidros em união na mesa de centro, bem como, prateleiras.

Além disso, os vasos decorativos são ótimas aliados para armazenar flores artificias, como também, os castiçais podem ser reservados para o apoio de velas perfumadas.

Para garantir, a versatilidade e o jogo de componentes, você pode harmonizar vasos e abajures, de forma, aproximada. Isto é, posicionados em carrinhos de bebidas ou no centro da sala de estar.

Quarto com decoração maximalista

Compreendemos que o quarto deve manter a tranquilidade e relaxamento do residente, dessa forma, a decoração é prática e equilibrada, priorizando o bem-estar do indivíduo.

Sendo assim, o quarto no estilo maximalista deve respeitar a essência e funcionalidade do cômodo, da mesma forma que favorece a decoração e contratendências do maximalismo.

14. Planeje a decoração boho maximalista

Como definido acima o maximalismo é uma manifestação contratendência, ou seja, seu objetivo é unir e harmonizar divergentes estilos e peculiaridades da decoração.

Logo, você não precisa se manter focalizado em apenas uma tendência, portanto, se jogue no maximalismo boho para a decoração do quarto.

O boho é uma tendência que objetiva conectar estampas étnicas com tonalidades intensas e suaves para a ornamentação do seu lar. Desta maneira, é indicado a mistura de objetos naturalistas e ilustrações em tecidos como, almofadas e edredons.

Budas e potes de cerâmica, também são tendências e auxiliam no equilíbrio do quarto. Uma sugestão para levar harmonia ao cômodo é conservar a coloração neutra e acrescentar cor e vitalidade nos objetos decorativos.

15.  Cestos organizadores são ótimas opções para o quarto

Versatilidade extravagância podem se manter unidos e equilibrados na decoração do quarto, logo, você pode usufruir da organização e ornamentação com cestos de palhas.

Além de, garantir a singularidade no quarto maximalista os cestos e cachepôs são ótimas opções para conservar a organização e favorecer a decoração original do projeto.

Uma opção é, posicionar o cachepô próximo ao closet, assim como, localizar o objeto em proximidade com a cama centralizada.

Cozinha extravagante

Local de convivência e eternas experiência no lar, a cozinha é o cômodo favorito de quase todo mundo, não é verdade? Trocar aquele papo no café da manhã e preparar o bolo da tarde são momentos únicos e especiais durante o dia.

Á vista disso, o cômodo também merece uma atenção especial na decoração maximalista, vidros e papeis de parede chamam a atenção na cozinha extravagante.

16. Como decorar minha cozinha maximalista?

Em primeiro momento, é essencial organizar e planejar as dimensões do cômodo, isto é, analisar as posições e a acessibilidade de circular livremente na cozinha.

Deste modo, você garante amplitude e estabelece objetivos para decorar no estilo maximalista. Logo, a primeira sugestão é se jogar na cartela de cores supercoloridas para trabalhar a tendência na cozinha.

Você pode começar por tons pastéis, como o rosa, salmão e até amarelo, sendo assim, para garantir o contraste os móveis podem ser tonalizados com cores intensas e da mesma cartela de coloração das paredes.

Ainda mais, plantas e objetos decorativos são essenciais para proporcionar a vitalidade e energia ao cômodo, costelas de adão e samambaias são ótimas opções.

E a sala de jantar como decorar?

Para garantir o estilo maximalismo na sala de jantar, sem reduzir a elegância e simplicidade no cômodo, você pode decorar o espaço com cores vibrantes e móveis tradicionais.

Além de tudo, vasos de flores naturais e móveis como a mesa de jantar e cristaleira em madeira, garantem a elegância em harmonia com a extravagância na sala de jantar maximalista.

Recomendações para a sua decoração maximalista

  • Vaso de cerâmica Rosto Degrade;
  • Apoio de Livro Decorativo em Cerâmica Zebra;
  • Vaso Decorativo de Vidro Rosto.

Para finalizar, é importante salientar que a sua casa pode ser um conjunto de manifestações artísticas, ou seja, harmonizando o minimalismo com o maximalismo no seu lar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *